Rômulo Ávila

Coluna do Rômulo Ávila

Veja todas as colunas

Fortaleza de Ceni tem chance até de Libertadores 

29/11/2019 às 10:21

Vinnicius Silva/Cruzeiro

É matemático. Com a vitória por 2 a 1 sobre o Santos, na noite dessa quinta-feira (28), o Fortaleza está livre de qualquer risco de rebaixamento, com três rodadas para o fim do Brasileirão. O responsável pelo feito é o técnico Rogério Ceni, que chegou a propor ao Cruzeiro não receber salário caso não conseguisse tirar o time do Z4. Não adiantou. Após problemas com medalhões, Ceni foi demitido por Itair Machado e acertou o retorno ao Fortaleza.

Ceni reassumiu o Leão do Pici na 15ª colocação, no fim de setembro. Dois meses depois, o Fortaleza soma 46 pontos, no 10º lugar, com 95% de garantir uma vaga na Copa Sul-Americana e 4,6% de conseguir disputar a Libertadores de 2020. Somente a permanência na Série A seria um feito para o treinador, que tem um elenco sem estrelas, ao contrário do que tinha no Cruzeiro.

O ex-goleiro deixou a Raposa na 17ª posição, a mesma que ocupa agora. No entanto, a situação técnica era outra e ninguém imaginava que o clube celeste chegaria nas últimas rodadas com 74,4% de risco de disputar a Série B pela primeira vez na história.

Independentemente do que ocorrer nos últimos três jogos, os resultados mostram que Rogério Ceni tinha razão ao tentar tirar do time alguns medalhões. Nessa crise toda, o Cruzeiro é o único derrotado. Ceni seguiu seu caminho de sucesso no Fortaleza enquanto Thiago Neves e companhia limitada afundam o clube e, com certeza, não estarão em BH para subir o time, caso o rebaixamento se confirme. Com o paizão Abel fora, caberá a Adilson Batista a missão quase impossível. Será que ele terá aval para barrar os medalhões? 
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link