Notícias

Infectologista avalia que Minas 'está agindo de forma correta' em suspeita de coronavírus

Por Redação, 23/01/2020 às 14:07
atualizado em: 23/01/2020 às 16:43

Texto:

Foto: Alexandra Marques/Fhemig
Alexandra Marques/Fhemig

Apesar da avaliação do Ministério da Saúde de que o caso em Belo Horizonte não se encaixa no protocolo de coronavírus, diferente da avaliação da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), que trata o caso como suspeito, o médico infectologista e epidemiologista Carlos Starling avalia que Minas tem agido corretamente.

“Esse foi um bom teste, mostrou que o sistema de vigilância está funcionando. A paciente chegou de uma região onde estão acontecendo casos suspeitos, foi identificada numa Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e transferida com os cuidados necessários para um hospital de referência para doenças infecciosas”, diz.

“Nós lidamos recentemente com H1N1, influenza, sarampo, ou seja, o sistema de saúde está extremamente sensibilizado para doenças de comportamento epidemiológico. E não é diferente para o coronavírus”, confirma.

Em coletiva no Ministério da Saúde, o secretário de Vigilância em Saúde, Júlio Croda, relata que o caso de Minas está descartado. “Não se enquadra no critério de suspeita que é determinado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nada impede que no futuro essa definição seja atualizada pela OMS. Até o momento, não existe nenhum caso suspeito de coronavírus no Brasil” afirma.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Campeonato Mineiro Coimbra x América

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Boliviano irá desembarcar em Belo Horizonte nesta terça-feira, às 11h30

    Acessar Link