Notícias

Lisca cita interesse do Atlético em Alê e rasga elogios: ‘É um jogadoraço!’

'É um cara que faz as três funções que o futebol exige: marca, articula e chega para fazer gol', disse o técnico americano

Por Redação, 23/09/2020 às 11:03
atualizado em: 23/09/2020 às 14:33

Texto:

Foto: Mourão Panda/América
Mourão Panda/América

O técnico Lisca, do América, não poupou adjetivos para exaltar o meia Alê, autor de um gols da vitória por 3 a 1 sobre a Ponte Preta na noite dessa terça-feira (22). Bem humorado após o jogo que garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil, no Independência, o treinador alviverde lembrou que o jogador é desejado pelo Atlético, mas ressaltou que quer contar com ele para o restante da temporada.

“Espero que ele fique aqui até o final da Série B, porque eu sei que tem muitos times de olho nele, inclusive o nosso rival aqui de Minas. Eu mexo com ele (Alê) diariamente. Ele brinca comigo também que chega [informação sobre interesse de outros clubes por ele] para todo mundo, sai na imprensa, só para ele que não [chega], mas com certeza é um jogador que está chamando muito a atenção, não só do Atlético, mas de todo o mercado”, afirmou o comandante americano.

No dia 17 de agosto, a Itatiaia noticiou que o atleta estava no radar do técnico do Galo, Jorge Sampaoli.

A declaração de Lisca veio após ele ser perguntado sobre a importância tática do atleta na partida contra a Macaca. O treinador afirmou que o meia é “diferenciado” por ser “multifuncional”.

“É um cara que faz as três funções que o futebol exige: marca, articula e chega para fazer gol. É um jogador muito importante para o nosso time na construção, na troca de ritmo, organiza muito o nosso lado esquerdo, marca muito no meio. É um jogadoraço, que está crescendo muito no mercado e está evoluindo. Já está com 30 anos, está bem maduro, rodou por muitos times menores, aprendeu muito com isso e está valorizando muito essa oportunidade”, analisou o treinador.

Lisca ainda revelou um outro lado de Alê. “Ele é chato, ranzinza, competitivo”, disse, em tom de brincadeira. “Mas é isso que a gente quer, indignação. É um jogador que discute muito a parte tática com a gente, contesta algumas vezes, faz colocações. E é mais um treinador que está surgindo. Ele, quando largar a carreira – já me falou isso –, tem a ideia de trabalhar na parte técnica e tática do futebol, e eu acho que ele tem tudo para fazer isso”, completou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Ainda segundo a autarquia, também não há nenhum pedido formal que trate da autorização de pesquisa clínica no Brasil para a vacina em questão. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ministro manteve entendimento indicado em liminar no mês de agosto e se manifestou pela rejeição da ação em julgamento iniciado nesta sexta-feira. #Itatiaia

    Acessar Link