Notícias

Rubens Menin projeta Galo superavitário e potência mundial em cinco anos 

O empresário é o principal investidor do Atlético em contratações e um dos responsáveis pela Arena MRV

Por Redação, 03/07/2020 às 12:47
atualizado em: 03/07/2020 às 16:15

Texto:

Foto: Thiago Ferraz
Thiago Ferraz

Rubens Menin é o nome que está na boca do torcedor do Atlético. Sócio-proprietário da Arena MRV, o conselheiro do clube é um dos responsáveis pelo sonho da construção do estádio próprio do clube e o principal investidor em contratações.

E, no que depender dele, o Galo será uma potência mundial em cinco anos. Foi o que disse nessa quinta-feira (2), em entrevista ao jornalista Jorge Nicola. A transmissão foi recorde de audiência do canal e mobilizou atleticanos. 

"O Atlético tem tudo para ser (uma potência). O Atlético tem torcida, um dos melhores centros de treinamentos do país, terá uma arena própria totalmente paga, sem dívidas. O Atlético tem potencial para ser conhecido no mundo todo, como o Real Madrid é na China de chegar lá e vender centenas de camisas. Um dos meus sonhos é resgatar o futebol brasileiro como ele já foi, com alguns dos melhores times do planeta", disse. 

"É preciso ter planejamento financeiro, divisão de base boa, e o Atlético faz um trabalho sensacional na base. Quem não tem planejamento financeiro estará fora do jogo. É preciso um trabalho de anos para resolver isso. O Flamengo tem uma torcida muito grande, montou um time forte, fez reestruturação, e o trabalho está aí. O Atlético vai ser uma das maiores potências do futebol mundial, porque nacional já é", analisou.

Superavitário 

Na avaliação de Menin, o projeto tornará o Atlético um clube superavitário. "A dívida vai ser 100% equacionada. Vai dar lucro todos os anos", diz. O empresário cita a importância da participação do torcedores, patrocínios e títulos como forma de conseguir arrecadação. 

"Precisa ser organizado e superavitário. Quando a coisa encaixar e tudo ficar de pé, isso vira um trem e arrebenta, o time melhora, a torcida vai ao campo, vira uma máquina que começa a andar sozinha. Meu papel é ajudar agora, neste momento, para a coisa andar. Se não for bem estruturado, essa máquina quebra. O sucesso não pode subir à cabeça. Foi bem em dois ou três anos, não faz bobagem, segue o planejamento", indica.

Investimentos 

Menin disse que, apesar de investir, não escolhe os jogadores. A função é da diretoria. "Quem contrata é o presidente, é a diretoria. O Alexandre Mattos [diretor de futebol], Sampaoli [técnico] participa. Eles que definem", diz. 

Ele elogiou os investimentos feitos na temporada. "Jogadores que vieram para somar, para fazer a diferença. O plantel do Atlético está muito forte", completou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Atriz terá que confirmar ou desmintir relatos de assédio que teria sofrido, como mostrou reportagem da revista Piauí

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Caminhão bateu em um veículo e acabou fugindo, em Venda Nova.

    Acessar Link